Só não muda de idéias
quem não as tem.

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Eles é que sabiam o que é viver

'

Há uns anos atrás não existia orkut. Minha mãe usava telex e meu pai ainda tinha cabelo. Os paulistanos nadavam no Tietê e no inverno fazia frio. Juventude era sinônimo de revolução. O Kinder ovo não custava os olhos da cara. O leite da padaria era em saquinho. As meninas de doze anos brincavam de boneca, não saíam por aí para 'pegar geral'. Balinha era iogurte, 7 bello, não o que a gente encontra em balada hoje em dia. Calça, só se a cintura fosse lá no umbigo. Não essas de hoje que como diz minha avó mostram até o útero. Quando não existia chapinha ninguém tinha vergonha de cabelo enrolado. Creme dental era kolynos. Minha mãe ia a danceterias. Criança tinha infância, não essa adolescência precoce. A mulher sabia se valorizar, e o homem ainda sabia o que era isso. Foto era polaroid com filme de trinta e seis poses. Absorvente era modes. E o orelhão era a ficha. A passagem de ônibus não era cara. O dinheiro era cruzeiro, passou a ser cruzado e agora é real. Um real absurdo, que como o povo brasileiro diz só sabe dar tchau. Videocassete, disquete, disco de vinil, nada disso. Hoje aquele trocinho que chaman de MP4, MP5, MP8 ou sei lá, faz tudo isso. Biblioteca que nada, hoje existe o Google. Tudo ao nosso alcance, aqui!
Que tempos modernos, não?
As novas tecnologias, as reinvenções que facilitam grande parte de nossa vida são de bom grado para todos nós. Mas é necessário que haja ponderação para que as riquezas materiais não estraguem a simplicidade da infância que a minha avó e minha mãe tiveram, para que nossos filhos preocupem-se mais em brincar do que com roupas de marca e que nós olhemos mais para o próximo do que para nós mesmos.
Minha avó, que sempre viveu na simplicidade, é quem tinha razão: eles é que sabiam o que é viver.


"Até bem pouco tempo atrás, poderíamos mudar o mundo. Quem roubou nossa coragem?"
>Renato Russo

10 comentários:

daniel0025 disse...

Caramba, eu achei que voce tava exagerando com a parada das meninas de 12 anos que pegam geral, mas ultimamente tenho percebido que, na insanidade, nos nao temos limites Oº

Toni disse...

Ahhh, kinder ovo, eu lembro quando eu tava na primeira série no Calhim (sim, outra história do Toni), todo dia eu comprava um Kinder Ovo e uma Sukita em uma daquelas garagens lá em frente o portão, como era boa aquela vida...
.
.
.
.
Pois é, e uns 300 anos antes de tudo isso ai, a Terra ainda tinha salvação...

"Tudo é dor, e toda dor vem do desejo de não sentirmos dor".

Xhórts disse...

15 anos atras? oO

ah eu ainda tenho disquete :/

e eu ainda falo modes ;p

meu pai tem os discos de vinil \../

quando eu tinha doze anos eu brincava de boneca .. ainda brinco :X

esses dias minha mãe disse:

vc vai na danceteria? oO

HALLSHALLSHALLS

e eu acho que faz uns 40 anos que a mulher não sabe se valorizar ;/

Eu ainda vo na bibliotecaa .. :}

e eu quero a balinha! :P
gostei do texto! ;p

Dead Cell!

Daniel. disse...

Hmmmm!!!
Vou escrever sobre nostalgia no meu blog mais cedo ou mais tarde... ^^

Abraços!

valmir disse...

Olá garota.
Acabei de ler sua crônica e fico feliz, muito feliz em saber que, assim como eu, tem muita gente que gosta de crônicas, ou mesmo simplesmente escrever, qualquer coisa que seja.
Continue. Escrevendo, lendo, estudando... conhecendo o mundo e se conhecendo cada vez mais.
Melhor saber ainda que minha filha tem amigas deste perfil e desta forma fico feliz também por ela.
Bendito seja então o mundo moderno e a INTERNET que nos permitem esta forma de expressão.
Abraço.
Valmir Pai da MIchelle )

Bruno Cavalcanti disse...

Texto mais que espetacular! Eu simplesmente não acreditei quando eu li essa pérola! Leendo, verdadeiro, bem escrito e muito, mas muito bem pensado... e crítico, o que é melhor. Ai, ai, a cada dia você me surpreende mais!

Mineira à paulista! disse...

eu continuo dizendo que nascemos na época errada! imagine nós, numa danceteria dos anos 80?!
arraaaaaaaso! :D
mais uma vez parabéns!
você se expressa maravilhosamente bem.
por mim e por você! ;)

Anônimo disse...

E com o passar dos anos as pessoas vão se distanciando cada vez mais...

Nil disse...

Ah para com isso! estamos chorando de barriga cheia!
pense no nosso avós com, o alquiman! disquiman! na mão e se falando! '' Poxa agenti podeia exitir um aparelinho q tive se todas essa musica aki dentro! E ai surgiu o Ipod\o/ com todas as musica do mundo! qm precisa de disco de viniu?? ;P
hahaha! balinha era 7 belo! hj é um super energetico feito tbm de açucar, q ti dar energia pra 3 dias! e ainda queima seus neuronios! :D
Pra que uma danceteria dos anos 80 se vc pode estar em uma super Rave com Dj Tiesto \o/! Ou uma mega micareta com Chichete com Banana :D!
Não nascemos na epoca errada! Nascemos na nossa epoca! A era das evolução!
então vamos evoluir minha genti, pensar nos velhos tempo não vam trazer eles de volta ;D! e sim aproveitar o q esse ''nosso tempos''!(msm q seja pouco) ainda tem a oferecer de bom pra agenti^^
hahaha e com ja me diseram( mas eu não acredito)
'Tudo q é bom tem seu tempo'!

Ah thais Parabens, muito bom seu texto!
EU pago Um pal pro seu blog! Morro de inveja do jeito q vc escreve ;P
hahaha ! Se ARRASA Menina! continua assim esse jeito encantador de se espresar! ;D

Mineira à paulista! disse...

> nasci na época errada.

... ah! e ainda assim fico com a danceteria dos anos 80.


;]